segunda-feira, 31 de agosto de 2009

Terras do Mundo Místico - Sul & Norte

Agora darei uma palhinha a respeito das terras do Mundo Místico. "Terras" são como países para nós e cada terra será baseada numa região do nosso próprio mundo. Sobre o Mundo Místico em si, já fiz uma postagem a respeito. Querendo saber mais sobre tal mundinho, basta buscar nos marcadores no final da página, ao seu lado direito. O artigo está incompleto, porque ainda não defini todas as característica do mundo do outro plano, como as questões de divisão política e administrativa, o que, para essa primeira fase de Hybrida (Asas Negras) não tem relevância. Portanto, por ora, apenas as características geográficas estão definididas (talvez porque eu adore paisagens hehe).

Terras do Sul


Guardião: Zach
As Terras do Sul são baseadas na nossa região, na América do Sul, com seu clima temperado e tropical, de terras fartas e ricas, fauna e flora abundantes
e matas exuberantes, repleta de riquezas vegetais e mananciais de águas cristalinas. O verde é a cor predominante. Não há Invernos rigorosos, apenas breves períodos de frio, em que a temperatura raramente se aproxima do negativo. Em certas regiões, o Verão predomina durante o ano inteiro, mas também não é rigoroso. Pelo fato das Terras do Sul estarem sempre com seu clima temperado, de temperatura ocilando nos 20°, e a vegetação florescer durante todo o ano, é conhecida pelos outros povos também como ' País das Primaveras ' e ' Terras Tropicais ', e o seus nativos como 'Filhos dos Trópicos'.
É o país com maior densidade demográfica em proporção territorial, devido a abundancia de recursos naturais. Também é uma terra de população miscigenada, tendo, por conta disso, uma cultura e religiosidade igualmente miscigenada. Direfente das outras terras, o País das Primaveras não mantém um radicalismo purista em relação a sua raça, permitindo imigrações. Há indivíduos de povos de todo o Mundo Místico, alguns formando pequenas comunidades entre eles, outros interagindo com o habitantes nativos e se misturando a eles.
Os nativos, geralmente, possuem a pele morena, cabelos lisos de fios grossos e olhos escuros que variam do negro, passando pelo castanho e chegando ao vermelho.
Assim como as Terras do Mar, cultuam um panteão de divindades ligadas aos elementos da natureza, em torno de 600 numes, mas, pelo povo dos Trópicos serem uma sociedade patriarcal, acreditam no Deus-Pai-Criador de nome Olorun. (Baseado nos Orixás e a religião tanto das Terras do Sul quando do Mar é baseada na Umbanda).
O Povo dos Trópicos possui uma cultura agrária e todas as manifestações culturais e folclóricas têm ligação com a agricultura e as colheitas. Quando ainda eram apenas um povo puro, viviam de forma ainda mais arcaica e não possuiam a escrita e nem o conhecimento da forja do ferro ou maquinários, tendo acrescentado muito na sua cultura e no seu desenvolvimento o acolhimento de Filhos de outras terras, em especial os Filhos do Deserto, que trouxeram os principais conhecimentos de tecnologia (rudimentar, obviamente) e a arte da fundição e forja do ferro e outros metais que haviam aprendido com os seus antepassados remanescente das Terras do Norte.

Terras do Norte


Guardião: (?)
As Terras do Norte são baseadas nos países eslavos, países da Europa Oriental (Rússia, Polônia, Eslováquia, Hungria, etc).
A metade do ano é sob Inverno rigoroso, tendo apenas uma curta Primavera, seguida do Outono que prepara novamente a entrada do Inverno, nunca havendo o Verão.
É uma terra rica em minério, de vastas florestas de coníferas e muitos mananciais de água. Tem uma beleza quase etérea, onde os tons de branco e azul predominam e, nas estações do degelo (entrada da Primavera) a vida explode em cores e formas através da vegetação rara, porém riquíssima. Não é uma terra de fauna variada, onde apenas predomina algumas poucas espécies de mamíferos e aves de rapina. É o país de menor densidade demográfica, e os seus nativos são conhecidos como 'Filhos do Frio'. As Terras do Norte também são conhecidas como 'País de Gelo' e 'Terras Frias'.

sexta-feira, 28 de agosto de 2009

Aos Visitantes


Um lindo final de semana a todos os meus estimados visitantes do Hybrida! Essa sessão-postagem será uma constante e dedicada a você. Se você manifestar a sua presença, deixando seu nome em algum comentário, poderei me referir a VOCÊ pelo nome. Mas, senão, fica apenas o agradecimento ao amigo etéreo que é, desses que estão perto da gente, mas a gente não fica sabendo (mas, nem por isso, deixa de ser tão importante!). Aproveite o findi. Leia e participe do Hybrida. Leia e revise o Asas Negras. Na segunda-feira retorno aqui para saber de você. Bom findi! Boas leituras!

‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗

Diego Henrique - CAverna Mágica
Obrigado pela visita e pelo comentário.
À princípio, quando Asas Negras (Hybrida) foi criada, era para ser um mangá (shoujo mangá, para ser mais exato), então a fic foi concebida em forma de roteiro. O tempo passou - e passou muito! - e a coisa nunca virou o que eu havia planejado, assim como outros roteiros que existem mas estão engavetados. Então, este ano, resolvi dar um tempo nas fanfictions e partir pra coisas minhas, de verdade. E eis que agora temos mais uma historinha de net para lotar os servidores da rede :P

‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗

The Cissy Black
Olá Yasmin! Obrigado por ter aparecido ;]

Você acabou me dando uma boa ideia com essa coisa de "comentários anônimos". Configurei o blog para, agora, só receber mensagem de quem estiver logado. Nada de anônimos. Não apenas por uma questão de segurança para o meu moral (se o sujeito quiser me ofender vai ter que mostrar alguma cara pra isso rsrs) e para acabar com essa coisa da gente não saber quem mandou o recado, afinal, às vezes a gente se esquece de assinar, não é?
E eu espero que você continue mesmo XD
Bjus!

‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗

Aline Heloise Martins
Mas, quê? Eu nem cheguei à metade da primeira parte da trilogia e você já está pensando em vender os livros autografados que ganhará?? Faz melhor: alugue para a leitura. Você vai lucrar mais e continuará sendo a dona, hehe.
Não se preocupe, não farei esse sacrilégio. Eu odeio piadas, principalmente as que invento :P
Mas, nós também escrevemos o que vem à cabeça, nem sempre há planejamento mesmo (ou melhor, quase nunca rs). Afinal, os personagens têm vida própria e, às vezes, eles conduzem a estória e não nos dão aviso prévio disso.
Eu cheguei numa idade em que se começa a planejar a longo prazo, porque já temos experiência o suficiente para saber que as coisas simplesmente não andam! E, quando andam, é "em passo de formiga e sem vontade" (salve, Lulu!). Então planejamos para daqui há muuuitos anos e, talvez, a coisa chegue a algum lugar rs. Então, daqui há 10 anos tenho que estar escrevendo bem. Ou não escrevendo nada. Como está, não pode ficar, concorda?
Bjins, querida! E você sempre estára aqui ---> S2

quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Aos Visitantes


Obrigado a todos que apareceram aqui após a primeira postagem "Aos Visitantes". E obrigado àqueles que estão nos seguindo :] Afinal, sigam-nos os bons!

Aline Martins
É bom ter você sempre ao meu lado, pois eu sei que quando todos nos abandonar, você ainda aqui estará =D Quando a trilogia sair pela Rocco, te mando todos os números autografados! E com meu verdadeiro nome (daquele que quem souber poderá me manipular, como em 'Eragon').
Pois é, minha querida! Quando eu digo que basta vocês me pedirem que eu farei - sendo possível, é claro - eu farei na boa. Mas só posso fazer isso se manifestarem suas vontades. E como você é uma menina esperta, já sabe como conseguir o que quer de mim, né? Daqui a pouco tô que nem esse bichinho do seu avatar, um catshoe (@_@ ai, foi péssimo, ainda bem que não escrevo piadas!)
Poooxa, é essa a impressão que você tinhaaa?? Não! NEM sempre! Às vezes, sim ¬¬' Mas, a estória, mesmo que pareça confusa em algumas parte, tem alguma estrutura montada, sim. É que não tenho tanta perícia assim com a escrita e há horas em que não consigo transmitir a ideia. A gente vai tentando. Daqui há 10 anos estarei escrevendo bem de verdade. O negócio é planejar a longo prazo, rs.
*~*~*
A intenção é mostrar a vida toda dos personagens, mas como a estória ainda está em andamento, tenho que segurar algumas informações.
As vidas passadas dos personagens do Mundo Místico não são nenhum segredo, apenas o que elas são agora no presente. É claro que não quero ofender a inteligência de ninguém, mesmo porque, olhando de perto, certas coisas estão mais que óbvias, embora não tenham sido expressas diretamente, mas, ainda assim, tenho que manter certos suspenses (mesmo que isso seja uma grande bestagem hehehe).
Vou escrevendo aos poucos, pra manter vocês e as (os) demais leitoras (es) escravisados ao Blog XD
Bjus =****~

__________________________________

(anônimo e sem foto)
"Desconhecido" da caixa de mensagens

Olá, "Desconhecido" rs
Desculpe, até gostaria de adivinhar, mas se eu não acertar, posso te ofender. Nem sempre esse blogger lesado mantem a nossa identidade ao postar (todas as minhas respostas então como "Desconhecido" tbm.).
Eu gosto muito de imagens e BELAS imagens, dessas que não sou capaz de fazer e os chineses abusam!! A maioria das ilustras aqui são de chineses - eles são mto bons. Então uso pra ajudar a passar a ideia, escolho o que acho mais próximo da característica do personagem.
Acho que sou msm detalhista, embora nem sempre consiga passar isso pro texto. A história na minha cabeça não está só o presente em que ela passa, mas, principalmente, os fatos passados que culminaram no que é agora. Não sei se poderei retratar esse passado nessa fic, mas como será uma trilogia (kkk - ó eu de abuso comigo msm!!!), talvez o 2° fic seja todo sobre esse passado que é mais importante que o presente de agora...
Bem, as ideias existem, executá-las que é o pObRemãum!! Ah, não, ser comparado a Tolkien é demais até pro meu ego super elástico!! Não, não, Tolkien é Deus! Nunca me achei digno, sequer, de escrever uma fanfic da obra dele. Não, não vamos profanar! (E, desculpe, não estou lembrado de obras do Lewis, acho que nunca li nada dele o.Ô""").
Muito obrigado, Querida! Pela visita e comentário!
Bjus mil!

__________________________________

Só pra avisar: não é questão de segurança nem nada disso, mas, agora, opitei por não permitir postagem anônima na caixa de mensagens, pelo motivo simples de que acabo não sabendo quem postou, pois nem sempre o Blogger mantém a assinatura, mesmo estando logado. Espero que entendam e não se aborreçam por isso.
Obrigado =]


terça-feira, 25 de agosto de 2009

Imãm - Exilado

(Desenho de Ecthlian - DeviantArt.com)

Guardião das Terras do Norte do Mundo Místico, no Plano Paralelo, foi derrotado e morto pelo impertinente jovem Zach, há 15 anos atrás.

Reza a lenda que Imãm havia se tornado um ditador tirânico, estipulando um regime totalitário e intolerante nas Terras do Norte e que intensionava expandir seus poderes para outras terras além, inclusive as do Sul. Tomou o poder do seu país através de um golpe de estado, dissolvendo o Presbitério do Sul, um conselho de anciãos que tem o poder de depor e nomear o Guardião, entre outras coisas. Através de magia obscura, castigou severamente os chefes das insurgências contra o seu governo, inclusive o próprio meio-irmão, o general de guerra do Guardião anterior a Imãm e a quem recaia as preferências do Presbitério para se tornar o novo Senhor de Terras.

Acredita-se que ele esteja morto...

Assim como era o costume entre as mulheres da tribo de sua mãe, por ser homem, Imãm foi criado fora da tribo pelo pai, um wojewoda (governador de voivodato*) que tinhas ligações obscuras com magos-negros (feiticeiros que voltavam a sua ciência para o obscuro, utilizando as energias perniciosas do éter e seus elementos). Com o pai, aprendeu sobre administração territorial, magia - inclusive a negra - e a dissimulação. Seu pai era bondoso para com seu povo, mas cruel e intolerante com invasores, mesmo que estes não oferecessem a mínima ameaça ao seu voivodato, não permitindo migrações e a instalação de renegados nas paragens mais desertas da taiga. Por um lado, a comunidade vivia em relativa tranquilidade. Por outro, os próprios moradores temiam represárias e condenações pelo mínimo erro que cometessem, pois as leis daquele voivodato eram severas.

Tribos como a da mãe de Imãm são comuns no Mundo Místico, sendo que cada terra (país) há ao menos uma. As mulheres se mantém unidas, como se fizessem parte de uma só família, e, apenas, se misturam ao homens para procriarem. As meninas permanecem com as mães e são criadas por elas após o desmame, mas o meninos, geralmente, são enviados aos pais, para serem criados por eles, salvo em casos extraordinários. Tais mulheres não são obrigadas a permanecerem na Tribo após a idade adulta, se assim não quiserem, mas se quiserem se unir a um homem terão de se afastar até que essa união se rompa. Mitra, a esposa de Imãm, foi uma dessas filhas de tribos matriarcais. (Ideia baseada em "As Brumas de Avalon", de M. Z. Bradley)

(em construção...)

domingo, 23 de agosto de 2009

Réquiem - Exilado

[Off] Este personagem é um dos que eu deveria trocar o nome e será feito, assim que a Fic for reeditada. Pois, 'réquiem" vem do latim "requiem" que significa "repouso", "descanso (1.Parte do ofício dos mortos, na liturgia católica, que principia com as palavras latinas requiem aeternam dona eis, ‘dai-lhes o repouso eterno’. 2.Música sobre esse ofício. - Dcionário Eletrõnico Aurélio 5.0).

Na época em que o personagem foi concebido, ele possuia uma magia obscura que era entoada através da flauta que portava: "requiem aeternam dona eis, Domini" (Dai-nos o descanso eterno, Senhor), sendo esse o motivo para o seu nome. A magia pode até continuar, mas o nome não é adequado. Infelizmente, por ora, ainda não me ocorreu nenhum nome que possa fazer jus ao personagem. [/Off]


Filho das Terras Altas, povo festivo e religioso. Bardo e Xamã (ideia emprestada de 'Brumas de Avalom", do personagem Mordred.), canaliza o seu poder através de uma flauta mágica, que era legada aos descendentes de sua tribo que possuissem poderes mediúnicos. Foi o conselheiro-mor da Guardiã das Terras Altas, sendo o mais jovem integrante do Presbitério. Tornou-se grande amigo de Karol e concedeu-lhe asilo político e apoio a sua causa, porém fora traído e capturado juntamente com o General do Norte, sofrendo uma terrível punição: teve a alma separada do corpo, sem morte, e enviado à exílio na Terra, ficando incapacitado de voltar ao seu mundo e permanecer com seus poderes plenos, até que os laços que o prendem ao seu corpo humano se rompam naturalmente.

Karol - Exilado

(Desenho de Noah's - DeviantArt.com)

Seus cabelos brancos são a característica mais marcante dos Filhos do Frio, povo proveniente das regiões glaciais das Terras do Norte, no Mundo Místico.

General de Guerra do Guardião antecessor de Imãm, Karol era o cogitado para assumir a guarda das Terras do Norte assim que o Guardião atual fosse reformado, porém, durante a transição de governos, Imãm, o seu meio-irmão, tomou o governo com um Golpe de Estado, liquidando o Presbitério e instaurando uma ditadura. Karol foi obrigado a se exilar nas Terras Altas e lá montou um exército com outros exilados, criando uma facção de insurgentes. Lutou contra Imãm por 10 anos até ser capturado e, como castigo, ter sua alma separada do corpo e enviada à Terra.

Encorporou num natimorto. Por sete anos suas memórias e sua personalidade foram mantidas em estado latente, pois o corpo humano jovem não suportaria a força da manifestação de seu espírito. Passado esse período, Karol tem de volta suas lembrançsa e a plena consciência de quem é, de onde vem e de tudo que perdeu com o seu exilamento, sendo isso um grande martírio moral.

Zach - Guardião das Terras do Sul

(Desenho de Hei Se Jin Yao - www.heisejinyu.com)

Há quinze anos atrás, no Mundo Místico, a guerra das Terras do Norte contra todas as outras nações teve o seu término graças à morte de seu governante, Imãm, pela mãos de Zach, então um jovem oficial do exército do Sul. Dotado de grande força psíquica e conhecedor de magia, foi escolhido para substituir o Guardião antecessor, que fora assassinado durante a guerra.

Quando jovem era dado às aventuras, sendo audacioso e inconsequente. Descobriu como abrir, através de magia, um portal dimensional que se ligava à Terra, permitindo transitar livremente entre um Plano e outro. Em suas andanças atrás de descobertas e entretenimento no mundo terreno, conheceu Mariellen, uma aluna do Internato Católico para Moças, que fazia um pequena excursão da escola em São Tomé das Letras, em Minas Gerais, na colina rochosa em que havia a passagem entre os dois mundos. Casou-se com ela e teve um filho mestiço, porém jamais viu a criança: quando Ellen estava grávida, a guerra das 4 Terras do Mundo Místico eclodiu e, para salvar a vida da esposa e do bebê, enviou Ellen de volta à Terra, lacrando em definitivo o portal.

Depois do fim da guerra e ter assumido a guarda das Terras do Sul, conseguiu manter relativa paz e harmonia em seu país, mas ele próprio viveu todos os anos seguintes em martírio por ter abandonado sua própria criança. Impossibilitado de abrir uma nova passagem para o mundo terreno e interferir fisica e plenamente na Terra, o seu sofrimento moral aumenta quando descobre que a criança começa a desenvolver a força psíquica herdada dele.

Através de desdobramento, Zach apenas pode contactar sua cria através do Mundo dos Sonhos, o que não é de grande utilidade.

Com a morte de Imãm, as ações perversas do tirano foram descobertas e, entre elas, uma cãmara onde eram mantidos em estado de suspensão vital através do coma os chefes das insurgências contra o seu governo, incluíndo Karol e Réquiem. Eram corpos vivos, mas sem almas, presos por apenas um fio perispiritual. Sem saber como reverter o feitiço e quais consequências sofreriam as almas dos exilados, Zach conseguiu o consentimento do Presbitério para continuar a manter os corpos, enviando-os para as Terras do Sul.

Em suas tentativas, junto à alquimistas e feiticeiros, de reanimar os insurgentes, Zach descobriu que era possível contatar suas respectivas almas exiladas e, através do ligamento perispiritual, as almas podiam novamente animar seus corpos por um período pequeno de tempo. Através de desdobramento (viagem astral), os exilados retornam aos seus corpos originais, mas tendo a debilidade de um semi-existência, sem a força de outrora, já que estão presos também a um outro corpo físico, encarnados em outros planos dimensionais.

Zach contacta Réquiem e Karol, que havia conhecido a ambos antes da guerra, salvos suas vídas de uma das muitas traições que lhes foram preparadas durante os últimos dez anos. Tendo eles uma dívida de honra, Zach veio cobrar a sua retribuição, convocando-os para acompanhar e proteger sua cria.

sexta-feira, 21 de agosto de 2009

Aos Visitantes

O Blog tem apenas um pouco mais de uma semana de criado e já estamos com 5 seguidores, 6
comentários e tantas visitas. Considero isso um bom número. Mas espero que vocês não tenham vindo aqui só pra festa de inauguração XD

Quero agradecer a todos pela visita e, para aqueles que deixaram mensagens, agradeço a cada um =]

Andy (Didi 'Oito Dedos')
Obrigado pela visita! Tentei deixar o visual mais simples possível, mesmo porque não entendo dessas coisas de decoração.
Mas, quanto ao 'charme' a o 'adoro', é apenas culpa de você ser muito gentil :]
Bjos!

*_______________________________________*

(sem foto)
Thaiana
Obrigado pela visita, pelo 'amor' e o parabéns :]

*_______________________________________*

Aline Heloise Martins
Ahmeodeos! Olha você me dando ideias! Wikipédia?! O pior é que posso acabar acatando! Deixa só eu ter um tempo pra me dedicar a isso XDD
O título eu pretendo mudar (não agora, nem no FictionPress), porque 'Asas Negras' lembra algo mais dark, gótico, e a estória não tem nada disso (e eu nem sei fazer isso), além do título ter perdido o propósito, porque essa parte, na fic, mudou... antes o bebê do Zach teria asas, quando houvesse a sua transformação...
Engraçado, e eu sempre imaginei o contrário XD
O Blog vai sendo contruído aos poucos.
Obrigado! E bjus!

*_______________________________________*

(sem foto)
Ana Merege

Obrigado por visita o Blog por livre e espontânea vontade (sem a minha persuasão direta XD). Isso prova que propaganda ainda é a alma do negócio =]
Quando tiver tempo, apareça mais! A estória vai chegar longe, sim: será uma trilogia de 500 páginas cada XDD
Abraçus!

*_______________________________________*

(sem foto)
Maria Flor
Entendo a dúvida que surgiu em relação aos dois nomes apresentados, Asas Negras e Plano Paralelo. Até mudei o título do tópico "plano paralelo" porque, realmente, não soava bem, fazendo parecer que era um estória à parte, algum projeto paralelo.
No caso, todos os personagens e tudo apresentado aqui neste Blog será referente à Fic Asas Negras (até o Plano Paralelo).
Será que desta vez eu te ganhei como leitora?! Eu sei que ler por muito tempo na tela do computador faz um mal danado aos olhos, mas, por ora, é só por aqui mesmo que poderei mostrar meus garranchos. No futuro, se eu tiver como bancar isso, poderei mandar fazer a versão impressa ou, o que é muito mais difícil, eu der a sorte de Asas Negras cair nas graças de alguma editora e ela achar que a fic é vendável... mas, isso, é muito mais difícil do que eu descolar 5 mil réis pra bancar a impressão.
Acompanhe sempre que puder!
Obrigado por todo o carinho, aqui e no orkut =]

*_______________________________________*

(sem foto)
Luiz Dreamhope
Valeu, Luiz! Pelo comentário e pela visita. Mas não estou conseguindo ir até o seu blog, quando clico no seu perfil ele não informa nenhum link :( Poderia postar o endereço?
Abraços!

*_______________________________________*

Manuella
Olá, Manuella! Obrigado pela visita e pela leitura da fic. Eu tento escrever o melhor e mais claro possível, mas há passagens que não consigo "traduzir" o que vai na minha mente sórdida rsrs... e essa passagem da gata foi uma delas. Quando eu encerrar a fic, farei uma revisão e reescreverei algumas partes, mas, por ora, prefiro dedicar o tempo que tenho disponível para escrever os capítulos seguintes, senão eu acabarei me perdendo de vez XDD Você pode entender o lance da seguinte forma: Yashalom acabou canalizando o seu "pedido de socorro" através da gata. Chegou a assistir "Constantine"? Lembra da cena que ele usa um gato para se transportar mentalmente até o inferno? É mais ou menos isso ¬¬' Pois é, terá 500 ou mais páginas... em 100 ainda não resolvi nada rsrs. Abraços!

segunda-feira, 17 de agosto de 2009

Mundo Místico - Um Universo Paralelo

(Mandala xamânica retirada da net, para mera representação ilustrativa)

Um mundo paralelo à Terra, em outra dimensão material. Relativamente semelhante ao nosso mundo, porém ainda num estado igualado à Idade Média, em que a magia e o misticismo imperam e a tecnologia é rudimentar.

O termo 'Místico' provém do latim "mixtu", que quer dizer misturado. Significa "contíguo", "misturado", "que faz parte de uma miscelânea" (Fonte: Dicionário Eletrônico Aurélio 5.0). Preferi usar estes significados da palavra "místico" por fazer analogia com a outra palavra "místico", que provém do grego "mystikós" ou latim "mysticu", que significam aquilo que todo mundo entende por "misterioso e espiritual". Portanto, o Mundo Mísitico da Fic é um mundo, sim, misterioso para os Terrenos, onde ainda há magia e maior proximidade com as forças da natureza, mas é, principalmente, um mundo misturado, onde há várias formas de vida inteligente e racional, algumas bastante próximas em aparência aos humanos, outras mais zoomórficas. Também é um mundo contíguo ao mundo humano, à Terra, estando separado apenas por uma dimensão.

O Mundo Místico é dividido em várias "Terras" (Países), sendo as de maior relevância para a estória as Terras do Sul (Turoyo = "Ocidental", em aramaico) e as Terras do Norte (Urmiyah = "Oriental" em aramaico). Há, também, as Terras Altas (descaradamente inspiradas nas irlandesas Highlanders); Terras do Mar (que são as ilhas); Grande Deserto; Terra do Fogo (áreas de vulcões).

[Off] Apenas o básico em que se encontra na maioria das historinhas de fantasia em que se teima inventar mundos XD~ Se acha que alguém é original por criar algo assim, esqueça. Desde que o homem é homem e não reles símio, que "mundos paralelos" existem, a começar com a própria religião :-p [/Off]

Quanto à linguagem, será como a novela "Caminhos da Índia", onde o mundo todo fala português, mas usa algumas palavrinhas básicas de tal país como gíria. Muito mal consigo me entender com o Seu Portuga, quanto mais inventar palavras, portanto, quando houver "gírias locais" e nomes de localidades, serão usadas palavras em Latim, Aramaico, Hebraico, Grego, Sânscrito (porque a nossa língua é originada de todas essas, então é só pegar a palavra que se quer e ver sua origem). Para as "Terras do Norte" serão usadas (e SE forem usadas) palavras e expressões eslavas. Para as "Terras Altas", palavras das línguas célticas (que, de tão antigas, se infiltraram no Latim quando os romanos se confrontaram com os gauleses no séc. IV a.C.). E assim sucessivamente :P Sem invenções, só pesquisações XDD

O que é Plano Paralelo?

____________________________________________________________
Sugestão para mais informações sobre mundos paralelos e planos dimensionais (diversos pontos de vista), acesse:

domingo, 16 de agosto de 2009

Victor Bogarim

(Ilustração de Adele Lorienne - http://meadowheaven.net)

Estuda Física na Universidade Federal, tem 18 anos e é filho de um rico empresário, dono de uma cadeia de lojas de fitoterapia e afins. Mora com os pais e o irmão de 7 anos numa mansão na região de serra urbana da cidade que outrora fora a fazenda de seus antepassados, responsáveis pela riqueza da família.

A sua personalidade é muito parecida com a de Wojtyla. É centrado e racional, preferindo analisar a tudo com a lógica e só deixar para "dar ouvidos" à emoção quando não encontra uma resposta satisfatória com a sua razão. É frio, calculista e dissimulado, parecendo aos olhos dos outros um rapaz amável e muito bem educado.

Aos três anos de idade sofre um acidente por negligência da própria mãe, Vitória Bogarim: ele cai numa piscina que havia na propriedade e se afoga. Dado como morto pelos médicos, um milagre acontece: Victor retorna à vida. Porém, a personalidade do menino depois do afogamento é completamente diferente, o que faz a mãe desconfiar de que quem retornou não fora o seu verdadeiro filho.

Enzo Ramasses

Tem 17 anos, está no terceiro ano colegial da Escola Federal Stª Catarina, numa cidade fictícia do sul do Brasil e é o melhor amigo de Józef Wojtyla, sendo também o seu colega de classe, embora ambos não pertençam ao mesmo grupo social do colégio.

É um garoto alegre, extrovertido, dado às brincadeiras e diversões, acreditando piamente que está ao mundo apenas a passeio, mesmo! É o Maestro-auxiliar da orquestra do colégio e, segundo ele, o único motivo de ainda não ter sido expulso. Não é chegado aos estudos e compromissos, passando sempre a impressão de que é irresponsável e relaxado. Mas isso, como tudo na história, é apenas aparência.

É medium clarividente, capaz de enxergar além do mundo carnal e captar pensamentos. Tem grande sensibilidade e uma sabedoria oculta, fazendo o contrapeso ao amigo Wojtyla, sempre tão racional e metódico. Seu espírito é mais protetor e apaziguador, resolvendo muitas coisas ao seu jeito, com calma e no anonimato.

Mora com os pais e uma irmã mais nova numa casa de dois andares no bairro de classe média da cidade. Ama e respira música, sendo um exímio flautista.

Józef Palmas Wojtyla

Tem 17 anos, está no terceiro e último ano do ensino médio na Escola Federal e é o "Tutor Estudantil" de Yashalom.

Filho de pai polonês e mãe brasileira, nasceu em Varsóvia, Polônia, e imigrou para o Brasil com a família aos 7 anos. Sua mãe faleceu três anos depois, vítima de um cancêr, e passou a morar sozinho com o pai depois que sua irmã e irmão mais velhos tomaram os rumos de suas vidas.

É o melhor aluno do terceiro ano e um dos garotos mais bonitos da escola (segundo Rachel, colega de classe de Yashalom). Muito dedicado, estudioso e metódico, tem muitos atritos no início com Yashalom, a quem deve auxiliar com os estudos, segundo a determinação da coordenadoria do colégio. Porém, o papel de "Tutor Estudantil" é apenas uma fachada forjada por Wojtyla, que tem uma missão muito maior com sua "Tutelada" do que simplesmente ajudá-la a fazer os deveres de casa.

Wojtyla tem apenas um único amigo, Enzo Ramasses, que aparentemente é seu extremo oposto. A postura militar do rapaz é uma reminiscência de sua vida anterior. Racional, prático e estrategista, não tem muita paciência com relacionamentos intre-humanos e nem conhecimentos profundos sobre sentimentos e tudo aquilo ligado ao inconsciente e às emoções, buscando sempre conselhos e respostas com seu melhor amigo.

Yashalom de Sant'Anna


É a protagonista de Asas Negras (Hybrida).

Tem 15 anos, está no primeiro ano do ensino médio da Escola Federal e mora numa cidade fictícia ao sul do Brasil.

Talentosa e sensível, é a melhor florista da Floricultura do velho inglês Cherry Blossom, onde trabalha como menor aprendiz.

É filha única da enfermeira Sarah de Sant'Anna, que trabalha como acompanhante de idosos e volta para casa apenas a cada quinze dias. Um acordo entre ambas permitiu que Yashalom ficasse na casa, mesmo que sozinha, pois seu maior pesadelo seria ter que voltar a morar na casa dos patrões da mãe, coisa que aconteceu a maior parte de sua vida e que ela tem verdadeira ojeriza.

Yashalom é uma menina equilibrada e responsável, porém coisas estranhas começam a acontecer dentro dela, o que lhe tira um pouco o rumo e a faz vacilar em seus compromissos. Pode ser apenas uma fase, o princípio de uma doença psiquiátrica ou o despertar de uma força mediúnica, mas ela, por causa de "alucinações" começa a se atrasar para a escola e outros compromissos e o seu rendimento escolar despenca, obrigando a escola a tomar uma providência: inclui a garota no programa de "Tutela Estudantil" e nomeia o imigrante polonês, Józef Palmas Wojtyla, o melhor aluno do terceiro ano, para ajudá-la com os estudos. Só que ao invés de ter uma relação harmoniosa com o rapaz que a ajudará a se reequilibrar, ela acaba tendo muitos atritos com ele, pois suas personalidades são diferentes e contraditórias, sendo ambos orgulhosos demais para ceder aos caprichos do outro.

Quanto ao seu nome, o mais próximo que cheguei em minhas pesquisas foi o seguinte: YaShalom seria uma corruptela da expressão hebraica YAHWEH SHALOM = “A Paz de Yahweh” (Esta expressão que reconhece o Divino (Yahweh) é Paz (Shalom), e é percebida na forma da Pomba, usada para elevar a criação (Juízes 6:24).

Apresentação


Sou Snake Eye's, um alterego que vem escrevendo historinhas para a net desde 2004, na área de fanfictions, mas somente este ano dispus de coragem e pouca vergonha na cara para escrever e publicar coisas minhas de verdade XD

Apresento ASAS NEGRAS (título que será mudado. O título desse Blog já dá uma "leve" dica rs ), que foi rascunhado pela primeira vez em 1997/98, na intenção de ser um roteiro para mangá, que eu cheguei a desenhar as primeiras 30 páginas, mas acabei por desistir (meus desenhos não atingiam o que eu imaginava XD) e acabou arquivado por longos 10 anos. Agora, cansado das fanfics e dos personagens dos outros, tomei tendência, resgatei meu caderninho despencado e comecei a digitar aquilo que era apenas um mero roteiro, modificando algumas coisas, acrescentando outras, mas mantendo a ideia original.

O romance é voltado para o público adolescente e adulto jovem, e faz uma mistura de realidade e fantasia. A estória se passa em dois planos dimensionais (o nosso e o outro, claro ) e tem como pivô uma criança que é um híbrido dos dois planos, mas que não tem a mínima ideia disso, embora a sua volta - e dentro de si - comece a ocorrer situações estranhas, como ver e ouvir coisas que não se vê e ouve normalmente, ataques mentais e outros tipos de influências...

Ficarei ainda mais feliz se você puder prestigiar Asas Negras com a sua leitura e farei uma festa se você ler além do primeiro capítulo e, ainda, deixar um comentário ^^

Muito obrigado!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sanka - In Memoriam

Sanka - In Memoriam
02/04/1998 - 20/09/2011