quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Asas Negras, Cap. 6 no Fiction Press.


A mata exuberante cobria todo o cenário e as árvores milenares deitavam suas copas e cipós sobre as àguas que vinham da cachoeira. As rochas espalhadas eram recobertas por grossa camada de musgo onde a água não alcançava. De uma enorme rocha que à muito tempo havia despencado da montanha e se aninhou num ponto onde não podia mais rolar, cresciam e se esparramavam longas folhas de samambaia. A luz que rompia a barreira das árvores altas cintilava como estrelas nas águas e folhas e, por vezes, a cachoeira parecia derramar pura luz. Os brilhos se difundiam em profusão pelas copas sempre farfalhantes. A água esmeraldina do rio incindia nas cores dos outros elementos e tudo parecia transpirar verdume.

Dois homens estavam camuflados pelo jogo de sombras e luz esverdeada, em cada margem do rio. O da margem esquerda era Zach, que encarava o outro, sempre com seu porte altivo, os braços cruzados sobre o peito e olhar frio. Suas longas vestes e cabelos bailavam lentamente com o vento intermitente que também fazia espalhar centelhas de águas quase vaporosas.

O outro não mantinha o porte tão altivo como Zach, embora a postura rígida. Seus cabelos brancos e olhos de um azul claríssimo denunciavam sua origem nórdica. O basto cabelo era recortado em camadas e iam até aos cotovelos, presos num rabo-de-cavalo displicente. Suas vestes também se diferenciavam das de Zach, sendo muito simples e sem ornamentos, apenas calças e túnica largas e claras, sob um balandrau sem mangas, preso por uma larga faixa, em tecido rústico.

O nível de poder do rapaz era inferior ao de Zach, principalmente nas condições de sub-existência a que estava restrito, pois ele era um "morto-vivo". Mas, ainda assim, era muito mais forte que a maioria dos seres místicos, pois ele fora, há muito tempo, comandante de um grande exército e portador de grande força psíquica. Ele servia a Zach por conta de uma dívida do passado e, também, graças ao Guardião, ele podia animar seu corpo físico - mantido em estado suspenso de hibernação - quando estava naquele Plano através de Desdobramento.

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Detalhes que se perdem...

Imagem do anime toki wo kakeru shoujo
Estou fazendo uma nova revisão de AN, e nessa revisão vou vendo o quanto me perco com alguns detalhes, pois minha mente não é um computador tão eficiente como esperava. O resultado disso é que tenho encontrado, pasme!, nomes diferentes para a mesma coisa.

Então, para servir de consulta para o leitor e principalmente para mim!!!, vou colocando nesse tópico esses detalhezinhos para que possamos consultar quando for preciso.

Essa confusão só acontece porque há falta de orgnaização e planejamento. Ainda bem que sou mero escritor amador, de internet! Senão, já viu: passaria fome!!

PERSONAGENS:
YashaloM de Sant'Anna - ressaltando que o nome dela termina com M e não N.
Jòséf Palmas Wojtyla -
Enzo Ramassés -
Victor Bogarim -
Manoel Virgílio Cortes - Este era Cherry Blossom, PO da minha fanfic Duas Realidades.

LOCAIS & CENÁRIOS:
Escola Federal Cruz e Souza - a escola de Yasha, Wojt e Enzo.
Floricultura Santa Tereza - a loja de flores e plantas do Virgílio, patrão da Yasha.

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Asas Negras, cap. 5 - Percepções


Neste capítulo, Victor Bogarim dá as caras pela primeira vez na trama. O que um rapaz simples de 18 anos pode esconder ao ponto de a própria mãe desconfiar de sua identidade? E o que ele tem em comum com Wojtyla, que lhe desperta grande interesse?

Para formar suas próprias teorias, leia aqui :)

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Asas Negras - Cap. 4, Espinhos - Fiction Press

Só pra provar que eu NÃO estava de caô quando disse em postagens anteriores, há meeeeses atrás, que retornei com as postagens da fiction original que você mais gosta, mas ainda não sabe disso, aqui está o quarto capítulo, entitulado Espinhos. Porque as coisas para darem certa, precisam começar erradas! Lei de Murphy atuando :P

Cherry Blossom agora é Manoel Virgílio Cortes =D

Manoel Virgílio, dono da Floricultura Sta. Tereza.
Cherry Blossom, o dono da Floricultura Santa Tereza, onde Yashalom trabalha, foi um personagem emprestado da minha fic Duas Realidades. E foi um erro fazer isso. Amo Cherry Blossom, assim como amo quase todos os meus filhos inspirados, mas ele é um personagem completamente diferente (mesmo!) do floricultor. Portanto, para corrigir esse erro, mudei o nome dele para Manoel Virgílio Cortes.

Na verdade, Manoel Virgílio Cortes existe, de verdade! E ele também semeia flores, porém usando as palavras. É um poeta trovador, ganhador de alguns prêmios, com 3 livros publicados, aposentado que dedica suas horas às letras, aos saraus, aos eventos literários e à Internet, e foi diretor de uma das Faetecs daqui do Rio. E o floricultor de Asas Negras será uma homenagem a ele que é um dos meus primeiros amigos que fiz na internet e que já tive a honra de ter trova feita para mim e para a Nikita, uma dos muitos felinos que passaram por minha vida e se foram.

Como não apenas pretendo republicar AN, mas também reformular e amarrar as pontas soltas e partes mau explicadas, outras "novidades" como essa aparecerão no romance. Então, AN não será assim tãaaao reprise de sessão da tarde XD

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

Asas Negras - Cap. 3, Mundo Místico - no FictionPress.

Ilustração de Heise Jin Yao
Salve, pessoas! Após um ano em terrível celibato literário, e depois de muuuito pensar, muuuito analisar - e sabe como é, um burro morreu de pensar - eis que resolvo voltar a postar Asas Negras aqui no Fiction Press, esquecendo de vez aquele delírio de um dia tê-la publicada por alguma mega editora (até mesmo uma fuleira tava valendo :P). O tempo passa e não fica a nossa espera. Se não fosse esse monte de palhaçada que aconteceu de quase dois anos para cá, AN estava lindamente finalizada e outros projetos, ou mesmo sua "possível continuação", estariam feitos. Mas, enfim, o mundo é uma droga e tem gente demais por aí que tem tesão por atrapalhar nossa vida - e digo de forma generalizada! Quem aqui nunca teve um 'encosto', um 'atraso de vida' no seu caminho?

Pois bem, passou-passou, não é mesmo? E já que passou, vamos voltando. Esse capítulo 3 está reformulado, embora ainda mantenha um ar toscamente infantil, mas não consegui melhorar esse aspécto. Mas ficará melhor, mais pra frente, nos futuros capítulos.

Espero - e MUITO - poder voltar a formar uma parceria com você, leitora. Como nos velhos tempos, lembra? E se você é nova por aqui, meu muito obrigado por aqui estar! E fique sabendo que sou autor que trabalha interagindo com o leitor e que levo muito em consideração as opiniões e sugestões daqueles que lêem e gostam o suficiente para me presentear com um review LoL

Desta vez, porém, nós aqui iremos mansos, pacificados, sem propagandas massivas e qualquer alarde. Pagamos muito caro por convidar as pessoas a lerem nossos trabalhos e, depois de umas boas porradas, finalmente aprendemos.

Mas, a você que aqui está, meu muito obrigado, de coração!

Snake =)~

Clique e leia:
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sanka - In Memoriam

Sanka - In Memoriam
02/04/1998 - 20/09/2011