quinta-feira, 29 de setembro de 2016

Asas Negras - Cap 1 Sonhos - Parte 1


São seis horas de uma manhã ensolarada, quando o relógio de cabeceira toca, despertando Yashalom com um som melodioso. Recebeu as primeiras impressões do dia através dos raios finos de sol que perpassavam as frestas da cortina de bambu. 

Apesar de acordada, a menina ainda permanecia entre o Mundo dos Sonhos e o Mundo Físico, vendo imagens etéreas passando embaçadas diante de seus olhos, até desvanecerem no ar. Mesmo zonza, se levanta e espreguiça, fazendo algumas articulações estalarem com esse gesto. Sua silhueta é contornada pelos filetes de sol que invadem o quarto, na querença de romper com a penumbra, insistindo que a noite já havia passado. Mecanicamente, toma o caminho para o banheiro. Só acordaria, de fato, após o banho de ducha forte. 

Enquanto se enxuga diante do espelho sobre a pia, embaçado pelo vapor do chuveiro, Yashalom foca em seus próprios olhos refletidos, de vários matizes azuis, com seu rosto parcialmente encoberto pela toalha branca. 

Como se mergulhasse em um transe, ela toca sua própria imagem refletida: dedos com dedos, olhos dentro dos olhos. Por alguns instantes, a imagem do espelho ondula como fosse a água de um lago, e se modifica. 

Diante do espelho está uma criança de quatro anos, admirando-se. Às suas costas surge uma mulher esguia, de longos cabelos negros, que a trata com doçura. Feliz ao ver a mulher através do espelho e ouvir sua voz mansa, a criança sorri e corre para os braços vigorosos, que a erguem ao colo, deixando revelar algo que poderia ser interpretado como uma deformidade: um par de pequenas asas de luzentes penas negras. 

A visão desta anomalia faz Yashalom despertar de seu devaneio com um impacto, com a sensação de ter caído do alto de um muro. Tal sensação já lhe era uma velha conhecida, uma pequena reminiscência do desdobramento astral que ela sequer sabia existir, e menos ainda de que ela era naturalmente capaz de se projetar. Acabou por ignorar a visão e o baque subsequente, esquecendo do sonho e se alardeando com algo muito mais urgente. 

" Aah! Mas que droga! A hora! "

Continua... 
 
Se quiser adquirir o Romance em formato de livro, poderá fazê-lo através destes links:

Clube de Autores - livro em formato impresso.
Amazon Kindle Store - livro em formato digital.
Donativo - Se preferir apenas fazer uma colaboração, pode fazer seu donativo de qualquer valor através do PagSeguro da Uol. 

Grata!

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sanka - In Memoriam

Sanka - In Memoriam
02/04/1998 - 20/09/2011